quinta-feira, 5 de maio de 2011

NÚCLEO DE CONCILIAÇÕES DO TRT DA 23ª REGIÃO RECEBE VISITA DE MINISTRO DO TST

Da esquerda para a direita, o Ministro Barros Levenhagen, o Juiz João Humberto e o Desembargador Osmair Couto

Meus amigos!

Como vocês sabem, respondo, atualmente, pela Coordenação do Núcleo de Conciliações do Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região.

A idéia central do Núcleo é a de potencializar as possibilidades conciliatórias no âmbito da 23ª Região, de modo a aumentar a eficiência da prestação jurisdicional trabalhista em todo o Estado de Mato Grosso.

A aludida iniciativa, na forma em que vem sendo conduzida no TRT23, revela-se pioneira no país, e tem chamado a atenção de várias autoridades judiciárias.

Tanto é assim, que recebi recentemente a visita dos Juízes Ricardo Hofmeister de Almeida Martins Costa e Maria Silvana Rotta Tedesco, ambos magistrados no TRT da 4ª Região, que estiveram em Cuiabá para colherem subsídios da experiência mato-grossense, com vistas a auxiliar o grupo responsável por elaborar estudo acerca da implantação do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos no TRT do Rio Grande do Sul.

Para a minha felicidade, recebi, ainda, na última terça-feira (03.05.2011), a visita do Corregedor-geral da Justiça do Trabalho, Ministro Antônio José de Barros Levenhagen, que em atividade correicional na 23ª Região destinou algum tempo da sua apertadíssima agenda para honrar-nos com a sua presença no Núcleo de Conciliações.

Relatei a Sua Excelência, na ocasião, os principais aspectos da atividade que estamos desenvolvendo, almejando demonstrar, com dados concretos, o quanto a mencionada prática pode incrementar a eficiência da Justiça do Trabalho.

Espero, com efeito, que possamos aprofundar a experiência em questão, disseminando-a como modelo por todo o país!

Abs, João Humberto.