domingo, 5 de setembro de 2010

AGRADECIMENTO AOS LEITORES DO “PROVAS E RECURSOS NO PROCESSO DO TRABALHO”!

Olá, amigos! Hoje, domingo, quero agradecê-los pela extraordinária acolhida que vocês estão ofertando ao "Provas e Recursos no Processo do Trabalho"!
Como vocês bem sabem, o livro foi lançado em março do presente ano, há pouco mais de seis meses, portanto. E nesse curtíssimo espaço de tempo já se tornou uma referência doutrinária real e palpável. Tanto é assim que 50% da primeira edição já se esgotou, fato que comprova a magnífica receptividade da obra nos círculos acadêmicos e forenses.
Só me resta, assim, agradecê-los e comprometer-me a trabalhar cada vez mais para o aprimoramento desta e de outras obras que estão caminho! Um grande abraço a todos! Deixo, abaixo, para aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de ler, o texto que a Editora Ltr veiculou na segunda e na terceira capa do livro. Bom feriado!! João Humberto :o)
LEIAM:"Este livro aborda, na perspectiva trabalhista, dois dos mais tormentosos temas do Direito Processual: as provas e os recursos. Embora complexos, tais assuntos foram tratados de maneira acessível e, ao mesmo tempo, sofisticada e inovadora.
Quanto às provas, o autor - que é um dos mais talentosos professores da nova safra de processualistas do País - partiu da premissa de que elas possuem natureza de direito fundamental, extraível da cláusula do devido processo legal e da garantia do contraditório e da ampla defesa com os meios e recursos que lhes são inerentes.
Nesta primeira parte, o ponto alto do estudo, dentre muitos outros que poderiam ser realçados, reside na temática da licitude das provas, desafiada pelos ângulos da gravação de conversa ambiental ou telefônica, do monitoramento de e-mail e da realização de revistas íntimas. Vale destacar, ainda neste passo, a instigante e atualíssima questão das provas oriundas das mídias digitais, tais como orkut, youtube, msn e skype, analisadas com muita segurança e bom humor.
Relativamente aos recursos, o autor não perdeu de vista a mirada constitucional que os rege, mas sublinhou, em diversas passagens do texto, a necessidade de o sistema recursal brasileiro ser compatibilizado com o direito fundamental do cidadão-trabalhador à razoável duração do processo.
Nesta fração do livro, são dignas de destaque as densas considerações que o Professor João Humberto Cesário alinhavou sobre a aplicabilidade prática do artigo 557 do CPC no âmbito laboral, devidamente tratado como um instrumento de otimização do tempo no processo.
A LTr se sente orgulhosa em lançar esta obra singular e inovadora no mercado editorial. Esperamos que ela seja apenas a primeira etapa do que um dia virá a ser um Curso de Direito Processual do Trabalho."